Pesquise artigos do blog:

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Volte ao mar... (Anderson L. de Souza)

Volte ao mar...

 
Sou um poeta sem a letra,
Sou uma mente sem a razão.
Coração que bate impulsos,
Impulsos frios, vazios e vãos.

Amargurado por não ouvir,
Não sentir e não ver...
Min’alma segue assim,
Sem saber como perdi você.

Devaneios e ilusões, nada mais!
Lembranças mórbidas...
Coração que bate insólito,
Amargurado por não ouvir...

Alma inquieta e incansável,
Coração que bate sôfrego,
Não desistas! Volte ao mar...
Mesmo sendo sombrio e lôbrego,

Volte ao mar... Apenas isto!
Lúgubre e tétrico mar...
Mas volte... Procure,
Lá você há de encontrar.

Sou um poeta sem a letra,
Sou uma mente sem a razão.
Coração que bate impulsos,
Impulsos frios, vazios e vãos.

Mas eu sei sim eu sei...
Vou voltar ao mar...

Anderson L. de Souza
(meu amado esposo)


Licença Creative Commons
Volte ao mar... de Anderson L. De souza é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.
Based on a work at andersoneaeleicao.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://andersonmineiro70.blogspot.com/.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...