Pesquise artigos do blog:

quarta-feira, 1 de junho de 2011

MAU USO DA BÍBLIA




Expressar idéias e tentar sustentá-las pela Bíblia é uma prática comum de muitos religiosos; mas é uma prática perigosa, pois nada garante, a priori, que tal idéia de pessoas ou instituições estejam realmente corretas. Só o fato de mencionar a Bíblia não dá autoridade para uma mensagem ser verdadeira até porque o mau manuseio das Escrituras podem servir até mesmo aos interesses satânicos.

Satanás utilizou a própria Bíblia para tentar Jesus Cristo quando citou parte do salmo 91: "Aos teus anjos dará ordem a teu respeito para que não tropeces com o pé em pedra...". Então, com esta base "escriturística" disse a Jesus: Pula daqui para baixo, pois teus anjos de sustentarão. Realmente um absurdo a proposta, mas foi um exemplo de como o diabo utiliza o próprio texto sagrado para tentar confundir. Esse uso reflete uma confusão na interpretação e aplicação do texto.

O estudo bíblico precisa ser acompanhado de orientação do Espírito Santo, primeiramente, seguido de preparo para interpretação e aplicação correta do texto, caso contrário, a ótima mensagem bíblica pode ser usada com pretextos até mesmo satânicos. Cuidado!!! As infindáveis seitas e heresias estão aí para comprovar isso...

Passo agora a citar uma síntese de 5 modos pelos quais a Bíblia pode ser mal empregada esboçados por Walter A. Henrichsen em seu livro Métodos de Estudo Bíblico. Que estes "alertas" possam nos orientar para melhorarmos nosso estudo bíblico.


1) As Escrituras podem ser mal empregadas quando você ignora o que a Bíblia diz sobre dado assunto.
A ordenação de homossexuais praticantes e confessos para o ministério do Evangelho é um exemplo. Querem alguns que a igreja creia que o espírito acolhedor e amoroso do Senhor Jesus impede que lhes seja barrada a ordenação. Em parte nenhuma Jesus diz que eles não devem ser ordenados, e assim a igreja deve ordená-los dando-lhes boa e normal posição como exlesiásticos. Mas o Velho Testamento proíbe expressamente atos de homossexualismo (ver Levítico 18.22), e Paulo assevera que o comportamento homossexual contribui para a ira de Deus sobre a humanidade (ver Romanos 1.26,27). A ignorância sobre o que a Bíblia ensina é uma porta aberta para a investida do inimigo.

2) As Escrituras podem ser mal empregadas quando você toma um versículo fora do contexto.
Na noite em que foi traído, disse Jesus a Seus discípulos: Até agora nada tendes pedido em meu nome; pedi, e recebereis, para que a vossa alegria seja completa" (João 16.24). Alguns têm tomado isto como sendo uma carta branca da da por Deus. Ele lhe dará tudo que você pedir. Contudo, naquela mesma noite, pouco depois de ter feito esta afirmação, Jesus orou no jardim do Getsêmani: "Passa de mim este cálice; contudo, não seja o que eu quero, e, sim, o que tu queres" (Marcos 14.36). As promessas da Bíblia devem ser combinadas com o contexto total do ensino bíblico sobre a oração (ver 1 João 5.14,15).

3) As Escrituras podem ser mal empregadas quando você lê uma passagem e a faz dizer o que ela não diz.
Ao aproximar-se o fim do Seu ministério, disse Jesus: "Estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão em serpentes; e, se alguma cousa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre os enfermos, eles ficarão curados" (Marcos 16. 17,18). Alguns entendem esta passagem descritiva como uma ordem para fazer todas as coisas mencionadas, lendo-a como um mandado para faz~e-las, quando tudo que Jesus está fazendo é descrever o que vai acontecer em certas situações na igreja primitiva, quando algumas pessoas tinham o dom de operar milagres.

4) As Escrituras podem ser mal empregadas quando você dá indevida ênfase a coisas menos importantes.
Judas, o traidor do nosso Senhor, participou da última Ceia com Jesus e os outros discípulos? A prova é inconclusiva, mas apesar disso alguns se preocupam excessivamente com uma questão como essa, chegando ao ponto de colaborar para a desunião da igreja.

5) As Escrituras podem ser mal empregadas sempre que você usa a Bíblia para tentar levar Deus a fazer o que você quer, em vez daquilo que Deus quer que seja feito.
Usemos o exemplo de uma mulher enamorada por um homem, e que deseja muito casar-se com ele. Disse Jesus: "Em verdade também vos digo que, se dois dentre vós, sobre a terra, concordarem a respeito de qualquer cousa que porventura pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai que está nos céus" (Mateus 18.19). Mostrando esta promessa a uma amiga, pede-lhe que se junte a ela em reclamar o cumprimento da promessa, para "pegar" o homem. Este é um mau uso evidente das Escrituras.

Pense nisso.

2 comentários:

André R Fonseca disse...

Deveras, todo pássaro que canta tem nome, e duvido que o seu seja Anja Arcanja. Não pode ser a toa que recebas tantos comentários agressivos e sinta-se perseguida. Ainda há gente séria nesse mundo que serve a Deus verdadeiramente e estão prontos para reprovar as práticas do mundo Ef. 5:11 (principalmente aqueles que tentam infiltrar na igreja) considerando tudo que não está em conformidade com o evangelho como anátema!Gl 1:8
Tudo quanto você está publicando não tem a mínima sanidade hermenêutica/exegética, e diferente do que você vem "pregando" a conversão exige mudança. Vá e não peques mais! Você sabe o que é isso?

Anja_Arcanja disse...

Bom André, para responder seu comentário, vou até colar partes de seu sacrossanto comentário aqui ok?

“todo pássaro que canta tem nome, e duvido que o seu seja Anja Arcanja.”

Concordo, e para você o meu é Anja Arcanja, para meus amigos, bom estes sabem e me conhecem.
No meu perfil no blogger e em todas as redes sociais, sou conhecida assim, ou seja, se eu deixar naquele seu sitezinho um comentário com meu nick, você indubitavelmente chegará em mim. (coisa que não acontece com os comentários feitos por hipócritas anônimos), Ao menos agora fico feliz de encontrar um que tenha nome!

“Ainda há gente séria nesse mundo que serve a Deus verdadeiramente e estão prontos para reprovar as práticas do mundo”

Então. Devo supor que você seja um destes “gente séria”, que ocupam um cargo de semideus para sair apontando seu dedo sujo né? LEGAL!

“Tudo quanto você está publicando não tem a mínima sanidade hermenêutica/exegética”

Será que você sabe o que é isto? Ou melhor será que você sabe ao menos o que é sanidade???

“Vá e não peques mais! Você sabe o que é isso?”

Sim eu sei, por isto não ando por aí falando que sou santa muito menos julgando os outros, (coisa que não nos compete É JULGAR, mas vejo que não é seu caso, já que você é mais um dos que “NÃO PECAM” e se julgam santos).

Mas, percebo que este nosso encontro nada amigável terá mais um round, já que santos como você não recusam a oportunidade de ofender a outrem!

Mas já vou deixando a dica: se não gosta do que publico, não leia! #ficaadica

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...