Pesquise artigos do blog:

domingo, 19 de junho de 2011

SOTERIOLOGIA - A DOUTRINA DA REGENERAÇÃO

A DOUTRINA DA REGENERAÇÃO

SIGNIFICADO: “A Regeneração é a transformação que Deus opera nos indivíduos que crêem”.  Ele reverte suas tendências naturais, dá uma nova vitalidade espiritual à vida deles e, assim, restaura-os ao que se desejava de inicio que fossem. Em outras palavras: é Obra do Deus triúno e só dEle! (Ez 11: 19,20).
No Novo Testamento o termo que transmite de modo mais literal a idéia de Regeneração é palingenesia (“renascimento”). Ele aparece duas vezes apenas. Em Mateus 19:28, em que se refere ao novo mundo e em Tito 3:5, que se refere à Salvação; aqui temos a idéia Bíblica do novo nascimento. A exposição mais conhecida e mais extensa do conceito de novo nascimento é encontrada em João 3:1-21, mas especificamente nos versos 3 e 7. Na mesma conversa, Jesus falou em ser “nascido do Espírito”. Ele tinha em mente uma Obra sobrenatural transformando a vida do indivíduo, Obra esta indispensável para que se possa entrar no reino de Deus, não é algo que se alcance por esforço humano, ao contrário da conversão, na Regeneração, a alma é passiva (Jo 1:12,13; 10:10,28; Tg1:18;1Pe 1:3,23;1Jo 2:29,5:1,4; 2Co 5:17; Ef 2:1-10; Jr 24:7; Ez 11:19,20).
A NECESSIDADE DA REGENERAÇÃO
A santidade é uma condição indispensável para sermos aceitos na comunhão com Deus. Mas toda a humanidade é depravada por natureza, e quando chega a consciência moral, torna-se culpada de transgressão real. Em seu estado natural, portanto, a humanidade não pode ter comunhão com Deus.
A natureza humana não pode ser mudada por reformas sociais ou pela educação. Precisa ser transformada por uma Obra do Deus Triúno. A Regeneração é especificamente uma Obra do Espírito Santo, e apesar de se completar instantaneamente, não é um fim em si, mas uma mudança de impulsos espirituais.
As Escrituras mostram esta experiência como sendo um novo nascimento, pelo qual o homem se transforma em filho de Deus (Jo 1:12; 3: 3-5;1Jo 3: 1). Por natureza os homens são “filhos da ira” (Ef 2: 3) “filhos da desobediência” (Ef 2: 2) “filhos do mundo” (Lc 16: 8), e “filhos do diabo” (1Jo 3: 10; At 13: 10).
Somente o novo nascimento pode produzir uma natureza santa dentro dos pecadores de modo a tornar possível a comunhão com Deus.

OS MEIOS DA REGENERAÇÃO
(1)   A vontade de Deus. (Jo 1: 13; Mt 19: 26; Lc 1: 37; Ez 11: 19,20; Sl 51: 10; Jo 6: 44).
(2)   A morte e a ressurreição de Cristo. O novo nascimento está condicionado à Fé no Sacrifício de Cristo, pagando a pena em nosso lugar (1Pe 1: 3; At 4: 11,12; Jo 14: 6; Jo 6: 47; 1Pe 2: 24).
(3)   A Palavra de Deus. A água que limpa e purifica (Jo 3: 5; 15: 23) a Semente que cresce, floresce e frutifica (Lc 8: 11; 1Pe 1: 23-25), a água simbolizava muitas vezes a palavra (Jo 3: 5; Ef 5: 26), o Espírito (Tt 3: 5) ou Cristo (Jo 7: 37). Paulo gerou os Coríntios media    nte o Evangelho (1Co 4: 15), mas batizou apenas alguns (1Co 1: 14-16).batismo não salva, é apenas confissão de Fé.
(4)   Os ministros da Palavra. Os semeadores contribuem pregando o Evangelho da Salvação e chamando ao arrependimento (Gl 4: 19; Is 61: 1-3; Mc 16: 15,16; Rm 10: 14,15)
(5)   O Espírito Santo. O Agente real e eficaz na Regeneração (Tt 3: 5; Jo 14: 26; 3: 5,6). Não é o simples avivamento na claridade que vai permitir que um cego veja; a enfermidade do olho tem de ser curada primeiro antes que os objetos externos se tornem visíveis. “O novo nascimento não é percebido quando ocorre. Antes, vai demonstrar uma nova sensibilidade às coisas espirituais, uma nova direção na vida e uma capacidade crescente de obediência a Deus”.
OS RESULTADOS DA REGENERAÇÃO
As Escrituras declaram que há diversos resultados definidos que se seguem à Regeneração. São de natureza tal a servir de provas quanto a real regeneração da alma.
(1)   Aquele que é nascido de novo vence a tentação (1Jo 3:9; 5: 4, 18). Consequentemente, a pessoa regenerada pratica a justiça.
(2)   A atitude da pessoa regenerada é diferente. Ela habitualmente ama os irmãos (1Jo 5: 1), a Deus (1Jo 5: 2; 4: 19), à Palavra de Deus (Sl 119: 97; 1Pe 2: 2), seus inimigos (Mt 7: 11), e as almas perdidas (2Co 5: 14).
(3)   A pessoa regenerada também goza de certos privilégios de filha, como por exemplo, a satisfação de sua necessidade (Mt 7: 11), de uma revelação da vontade do Pai (1Co 2: 10-12), e de ser guardada (1Jo 5: 18).
(4)   O homem que é nascido de Deus é também herdeiro de Deus e co-herdeiro com Cristo (Rm 8: 16,17).
Anderson Luiz de Souza

Bibliografia:
Palestras em Teologia Sistemática – Thiessen, Henry Clarence.
Introdução à Teologia Sistemática – Erickson, Millard J.
Bíblia Revista e Atualizada – Almeida, João Ferreira de.
 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...