Pesquise artigos do blog:

sábado, 29 de outubro de 2011

AMOR DE ANJO


AMOR DE ANJO

Anjo que amai sob a lua
De pele doce nua
E coração dolente
Pleno de amor e cereja
De uvas, de lábios e orquídeas
Firmando na eternidade a beleza
Que bom é ouvir teu canto
Sibiloso de abelhas
E que a batida do teu coração
Seja apenas um gotejar de estrelas
Tudo em ti é água, é seiva
Corrente de rio que desse
Por entre tuas pernas morenas
Molha-me em licores de tua vulva
Cantares de amor sob a chuva
As gotas em teus pêlos molhados
Que sorvo em goles lascivos
Prolongando o gozo da vida
Que brota e se espalha em beijos
Tua fruta quente e carnuda
Destilando o néctar do teu mel
Minha boca e dedos em brasa
Do teu amor de vinho gostoso
Furioso vibrante e cristalino
Por amor de anjo amante
Por teu cheiro suave e celeste
Por teu incêndio de cores
Água que brota da pele
Anjo, amante
Desnuda minha paz a teus pés
Neste poema duro e leve.

João David Júnior.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...