Pesquise artigos do blog:

domingo, 23 de outubro de 2011

O Verdadeiro Pecado de Sodoma e Gomorra




A história de Sodoma e Gomorra é sem sombra de dúvidas uma das mais interessantes da Bíblia, traz em seu conteúdo uma mensagem sobremaneira importante para a religião cristã.
O texto nos mostra que a cidade havia se deixado levar pela soberba, avareza, Deus enviou anjos à cidade, ao chegarem lá foram abordados pelos homens - homens aqui aparece no sentido amplo da palavra, ou seja, os anjos foram cercados por todo o povo incluindo, homens, mulheres, crianças, idosos - ao invés de acolherem os visitantes estrangeiros, os habitantes de Sodoma e Gomorra quiseram abusar dos anjos. Todo tipo de abuso, é por si só pecado.

“Mas, antes que se deitassem, os homens daquela cidade cercaram a casa, os homens de Sodoma, tanto os moços como os velhos, sim todo o povo de todo o lado, e chamaram Ló e lhe disseram: onde estão os homens que, à noitinha, entraram em tua casa? Traze-os fora a nós para que abusemos deles”, (Gênesis 18:4-5).

Para interpretar corretamente essa passagem das Escrituras Sagradas precisamos tomar como base a regra da exegese que diz que devemos comparar o texto com outras referências em que o mesmo aparece. Vejamos o exemplo descrito em Ezequiel:

 “Eis que essa foi à iniqüidade de Sodoma, fartura de pão e próspera ociosidade teve elas e suas filhas, mas nunca amparou o pobre e o necessitado”, (16 :49).
  
De acordo com Ezequiel 16: 49 podemos concluir que o verdadeiro pecado de Sodoma e Gomorra foi à falta de hospitalidade para com o próximo. 
O próprio Jesus, conhecendo o contexto da história de Sodoma e Gomorra que era o de ter pecado por falta de hospitalidade para com o estrangeiro, ao enviar os seus obreiros para anunciarem a mensagem do Reino de Deus, sabiamente usou o exemplo de Sodoma e Gomorra como vemos no livro de Mateus:

“Ao entrares na casa, saudai-a. Se, porém, não o for, tornem para vós outros a vossa paz. Se alguém não voz receber, nem ouvir as vossas palavras, ao sair daquela casa ou daquela cidade, sacudi o pó dos vossos pés. Em verdade vos digo que menos rigor haverá para Sodoma e Gomorra, no dia do juízo, do que para aquela cidade”, (10:13-15).

Muita gente tem interpretado de forma equivocada a história de Sodoma e Gomorra. A correta interpretação do texto traz para o cristianismo uma verdade inquestionável: os que rejeitam ou excluem qualquer ser humano, por cor, classe social, sexo, idade, orientação sexual, por serem estes diferentes ou provenientes de algum grupo social distinto e aqueles que abusam de outra pessoa, verbalmente ou fisicamente, estarão cometendo o pecado e certamente sofrerão juízo divino.



www.gostodeler.com.br
Bruno Lima

7 comentários:

BeA disse...

Um texto interessante... e totalmente alinhado como a chamada "teologia gay". Com certeza o único pecado não foi o homossexualismo, mas era um dois "2+" segundo Judas 7: "Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após OUTRA CARNE, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno." O autor cita Ez. 16.49, mas convenientemente esqueceu mencionar v. 50: "Também elas se ensoberbeceram, e fizeram ABOMINAÇÃO diante de mim; pelo que, ao ver isso, as tirei do seu lugar." Hmmmm. Levítico 18.22 chama a prática homossexual "abominação". Hmmmm.

Anja_Arcanja disse...

BeA

Hummmm Levítico 11 fala de animais impuros...voce come arne de porco ou de coelho ou ainda camarão?... hummm sem falar na menstruação da mulher (pergunto: voce dorme junto com sua mulher quando ela está menstruada? ou a coloca no quintal?) hummmmmm......... Devemos então apedrejar adulteros? hummm
A Bíblia manda eu matar meus filhos caso eles adorem outros deuses, pergunto: isto vale para hoje? voce mataria seus filhos caso eles se desviassem? hummm

Agora vamos procurar entender mais, estudar realmente e não sair por aí pregando besteiras? antão leia por favor:

O termo toevah, traduzido por 'abominação', indica na verdade uma impureza ritual, não algo intrinsecamente mau. Essa proibição está no mesmo nível do veto a comer camarão, ostra e carne de porco. A Lei de Moisés está repleta de conceitos arcaicos. Ela admite a poligamia, manda apedrejar até a morte homem e mulher adúlteros e ordena que o homem, mesmo se for casado, case com a mulher de seu falecido irmão quando ela ficar viúva. Ainda proíbe o uso de roupas com dois tipos de tecido e até mesmo misturar carne com leite - ou seja, bife à parmegiana era pecado. Essa lei contém uma irracionalidade que só poderia ser entendida no contexto em que foi escrita, séculos antes de Cristo. Ela visava exclusivamente ao povo judeu daquele tempo. Israel foi criada para ser uma nação com um código moral diferente do das outras nações, uma nação sacerdotal.

Anja_Arcanja disse...

neste artigo eu falo sobre a Lei e a graça, sugiro que leia.

http://omundodaanja.blogspot.com/2011/08/uma-breve-explanacao-sobre-lei-graca-e.html

BeA disse...

Oi! Pôxa... eu nunca imaginava encontrar uma mulher heterossexual e casada defendendo BIBLICAMENTE o homossexualismo! Os teólogos gays deconstroem a Palavra, Anja! Acorde! Já ouvi todos seus argumentos antes - usados por homossexuais - e não me convenceram. Você também não vai conseguir porque eu não vejo a necessidade de distorcer a Palavra para fazer que Ela diga ou que não diz.

Suas acusações contra a Lei são preconceituosas, Anja! Conhecendo sua "abertura" teológica [para tudo liberal], até não fico surpreso.

Sugiro que lesse alguns livros de eruditos HETEROSSEXUAIS sérios que defendem ligüisticamente e biblicamente a visão tradicional do homossexualismo. Um seria por Dr. James DeYoung.

Um erro grave que vocês "revisionistas" fazem é não distinguir entre a Lei ceremonial e moral. A Lei moral ainda vale, porque é repetida, de uma forma ou outra, pelo NT. Por outro lado, a Lei cerimonial não se aplica mais aos gentios, segundo Atos 15.

De qualquer forma, eu sei que você não vai poder explicar BIBLICAMENTE por que Paulo usa em 1 Co. 6.9 "arsenokoitai" para dizer "sodomita" ou "homossexual ativo" [NVI]. Seu argumento vai ser que Paulo não usou o termo comum da época para homossexual; portanto, não se referia ao homossexual em si em 1 Co. 6.9. Se quiser ouvir um argumento irrefutável que confirma a condenação por Paulo do homossexualismo, é só pedir.

Depois eu vejo o texto sugerido.

Boa noite.

Anja_Arcanja disse...

Ok, obrigada por seu comentário.

ManoBoy disse...

É engraçado como cristãos escravos da letra morta insistem em defender teologias que desclassificam seres humanos os colocando ao rés da humanindade.

Em primeiro lugar, é notório que esses cristãos fundamentalistas não têm em JESUS a chave hermenêutica para intepretar os textos bíblicos, mas a chave hermenêutica deles é uma matemática toda cheia de regras da teologia sistemática, onde 2 + 2 = 4
isso no mundo físico até funciona, mas no mundo espiritual não. Visto que Deus é livre pra fazer 2 + 2 ser igual ao número que lhe bem parecer. Deus não é escravo da teologia!!!

Logo a bíblia não é a palava de Deus, mas sim Jesus!
Ele é o verbo de Deus (A palavra de Deus)
Ele é o verbo encarnado, de modo que quando queremos saber quem Deus é, O que Ele pensa a respeito de um assunto, Ou como Ele agiria e etc... basta só olhar pra Jesus, a revelação máxima e exata de Deus, o Pai.

Exemplo: Em salmos 1 que diz:

''Bem-aventurado o varão que não anda segundo o conselhos dos ímpios, nem se detém ao caminho dos pecadores e nem se assenta na roda dos escarnecedores e etc...''

Pela teologia a gente não pode conviver ou se relacionar com pessoas que bebem, farreiam, jogam, se drogam e até se prostituem, visto que só o contato com estes é uma má-aventuranaça.


Mas Jesus que é a extensão de Deus por sua encarnação andou com pecadores, se assentou na roda dos escarnecedores e ouvia os ''ímpios'' tinham a dizer.
Mas e agora? Se Jesus é a palavra encarnada, como ele encarou no seu modo de vida o salmos 1?
Será que Ele cumpriu este salmos em sua vida?

Sim, digo que sim, porém a pergunta é?

_QUEM ERA OS ÍMPIOS PARA JESUS EM QUE CUJO CONSELHO ELE NÃO DEU OUVIDO?
_COM QUE ELE NÃO ANDOU?
_QUAL RODA DE ESCARNECEDORES ELE NÃO SE ASSENTOU?

DAÍ, QUANDO VC LÊ OS EVANGELHOS, SE PERCEBE NÍTIDAMENTE QUE ÍMPIOS PARA ELE NÃO ERAM PESSOAS QUE NÃO PERTENCIAM A RELIGIÃO JUDAICA, MAS SIM QUALQUER PESSOAS DESPROVIDA DE ''PIEDADE'', E ISTO ERA SER ÍMPIO!
E SABE ONDE FOI QUE ELE ACHOU ESSES ÍMPIOS? DENRE OS SACERDOTES, DOUTORES DA LEI, ANCIÃOS, ESCRIBAS, FARIZEUS, SADUCEUS, OU SEJA, JUSTAMENTE ENTRE OS SANTARRÕES.

E É O QUE ACONTECE HOJE, MUITOS SANTARRÕES QUE NÃO PASSAM DE HIPÓCRITAS, ONDE NÃO MAIORIA DAS VEZESS SÃO PURITANOS DANDO UMA DE PERFEITOS, MAS COM PECADOS DE DESAMOR OCULTOS OU DESTILADOS EM FORMA DE DEFESA À PALAVRA DE DEUS.

IGUALZINHO ESSE(A) TAL DE BeA QUE AQUI FEZ SEUS COMENTÁRIOS MUNIDOS DE JUSTIÇA PRÓPRIA, CHEIO DE TEXTOS BÍBLICOS AFIM DE DESMORALIZAR O POVO GAY E TOTALMENTE VAZIO DE AMOR POR ESTES. CHEIO DE JUÍZO E USANDO A PALVRA COMO PEDRA PAR MATAR E NÃO PRA CURAR.

NÓS NÃO SOMOS CHAMADOS PARA APONTAR ERROS E PECADOS, NOS SOMOS CHAMADOS PARA CONDUZIR O PECADOR A DEUS E O QUE ELE VAI FAZER COM ESTE, É COM ELE E O PECADOR!!!

AGORA USAR A BÍBLIA PRA FICAR ALFINETANDO PESSOAS POR SUA ORIENTAÇÃO SEXUAL, É O MESMO QUE OCORRIA NO PASSADO, A EXCLUSÃO SOCIAL ESPIRITUAL DOS LEPROSOS, QUE EM NOME DO TAL deus, ERAM LANÇADOS PARA FORA DA CIDADE COMO IMUNDOS...

DAÍ SURGE JESUS A PALAVRA ENCARNADA, SENDO A OPINIÃO VERDADEIRA DE DEUS TOCANDO E CURANDO ESSES LEPROSOS.

DAÍ PERGUNTO, DEUS MUDOU?

NÃO, É QUE MUITAS COISAS NO PASSADO, ASSIM COMO HOJE, FORAM FEITAS EM NOME DE DEUS, E CHEGOU ATÉ NÓS COMO SENDO DE DEUS. BASTA VER JESUS E SEU MODO DE AGIR PARA DISCERNIR O QUE DE FATO VEIO DA PARTE DE DEUS NO ANTIGO TESTAMENTO.


LAMENTÁVEL GENTE COMO BeA SE DIZER CRISTÃO, PORQUE ESTÁ LONGE DOS PASSOS DO MESTRE, QUE DUVIDO COM TODA A CERTEZA QUE ELE LANÇA OS GAYS FORA, COMO A IGREJA TEM FEITO.

rgb stm disse...

é o que dar falar de Bíblia em blog de ateu, asneira!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...