Pesquise artigos do blog:

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

NA MINHA CASA TEM ÁRVORE DE NATAL. E NA SUA?

Quando cheguei à igreja, na minha adolescência ainda, os crentes comemoravam o natal com dramatizações, poesias, músicas e, sobretudo com enfeites natalinos, dentre estes estava a tão “demonizada” árvore de natal.

Passado os tempos os crentes não sei por que carga d’água de repente descobriram que é pecado, é maldita o pobre pinheiro natalino. Coisa do “demo”.

Assim os filhos dos novos crentes jamais aprenderam a linda música “noite feliz”, nem puderam admirar ou curtir o enfeite de uma árvore de natal, conseqüentemente o mistério da encarnação também não é lembrado neste dia.

Dizem que a árvore de natal é pagã. Ora, Lutero entre os Protestante foi o primeiro a enfeitar uma delas para demonstrar aos filhos como ficou o céu na noite do nascimento do Filho de Deus.

Não sei por que esta fobia ou esta perseguição contra a árvore de natal. A Bíblia sempre usou a figura da árvore para transmitir seus mais sublimes e às vezes complicados mistérios. Por exemplo:

1. Para explicar a origem do pecado, lá está a “árvore do conhecimento do bem e do mal”

2. Tem querubins com espada inflamante guardando a entrada para a “árvore da vida”

3. Na visão de Ezequiel a água que sai debaixo do templo sara as águas e faz brotar as árvores, num símbolo do ressurgimento da nação eleita;

4. Na praça da nova Jerusalém tem uma árvore que alimenta e cura as nações com seus frutos;

5. E foi de uma árvore que fizeram o tronco da crucificação do Homem-Deus.

Ora, poderíamos encher esta e outras páginas com a metáfora da árvore nas Escrituras, os escritores fizeram farto uso dela em seus ensinos.

A didática da árvore natalina também vai longe. Podemos utilizá-la para uma lição de meio ambiente, como uma lição de prosperidade tão em alta entre os novos irmãos, e outras formas além do enfeite é claro.

Mas se a árvore de natal é paganismo, neste mês eu sou pagão, enfeitei um coqueiro no jardim de minha nova residência. Mas se isso é paganismo estou de mãos dadas com os pagãos evangélicos, por exemplo:

1. Também acho que é paganismo ter um punhado de terra de Israel para efeitos de consagração;

2. Também acho que é paganismo ter um pouco de água do Jordão para efeitos de aspersão;

3. Também acho que é paganismo ter uma “toalhinha” do Apóstolo Valdomiro;

4. Também acho que é paganismo ter o sabonete da “purificação” do R.R. Soares;

5. De igual modo é paganismo ter a rosa do “descarrego” do Macedo;

Em suma somos todos pagãos e não sabemos, e se sabemos nos defendemos entrincheirados em nossas hermenêuticas fajutas e descomprometidos com a mensagem do Encarnado.

Mas graças a Deus somos pagãos amigáveis; eu como na mesa deles e eles tomam o cafezinho em minha casa admirando ou “amarrando” a minha árvore de natal.

Pedro Rocha.

Esta reflexão do pastor, ex-professor (mas sempre nosso mentor), e amigo pessoal Pr. Pedro Rocha, é a mais pura realidade para os dias de hoje. Ter uma árvore de natal em casa e mostrar a nossos filhos o verdadeiro sentido do natal, mostrar como ficou o céu com  nascimento do Filho de Deus; Que mal há nisto? Eu por sinal, só vejo Bem! Comungar com familiares, dar presentes aos filhos e sobrinhos, com relação aos presentes, poderia alguém dizer que se é a comemoração do nascimento de Jesus, ele quem merece o presente e que este presente nada mais é que ao invés de presentear meus filhos, eu devo dar o valor em dinheiro dos presentes a igreja, e desta forma estar presenteando a Cristo, mas posso garantir que 90% dos pastores que pregam este engodo, fazem com esta "oferta extra" as mesas de suas casas mais fartas no natal. 

Ora, mas qual foi mesmo a razão pela qual veio ao mundo o Filho de Deus, a saber Jesus Cristo? Não seria exclusivamente para nos presentear com o dom gratuito da vida? Deus não nos agraciou com este presente, a morte de seu Filho na Cruz pagando em nosso lugar o castigo de que éramos merecedores e culpados?

 Então, por que não celebrar com minha família e presentear meu filhos mostrando-lhes por alusão o presente recebido da parte de Deus para remissão de nossos pecados? Pois em minha casa tem sim árvore de natal e espero que esta mensagem sirva a meus leitores para que façam o mesmo em suas casas, apresentado-lhes o verdadeiro sentido do natal. Mas na minha casa não tem rosa ungida, toalhinha, meia ungida, martelinho santo de "thor", sabonete, óleo, água ou terra de Israel, ou qualquer dos amuletos "sagrados" que a igreja tem usado nos dias de hoje, mas tem sim árvore de natal!

Não vou nem falar aqui sobre sair-mos nesta época para realizar as "boas-obras", pois isto já deve estar inserido em nosso contexto de vida como regenerados que somos, pois as boas-obras é um reflexo de nossa regeneração. Mas aos que por falta de meios físicos e dinheiro (pois este tem faltado a todos nós), é também uma boa hora para se reservar parte do décimo terceiro e ajudar a fazer sorrir uma criança, uma família... nosso semelhante...

NÃO! Eu não vou dar oferta especial para a igreja instituição, não vou dobrar meu dízimo, não darei o dízimo de meu décimo terceiro salário, antes, vou investi-lo em minha família e meu próximo e sei que é nestas atitudes que Deus se alegra!

SIM! NA MINHA CASA TEM ÁRVORE DE NATAL E NA SUA TAMBÉM DEVERIA TER...

Pense nisto,

Anja_Arcanja e Anderson



4 comentários:

Márcio Mendes disse...

Prefiro a arvore de natal do que a arvore de bizarrices gospel, o problema é só o culto ao deus mitra.

Metanóia e reforma já!

Renato Suhett,Anglicano Reformado! disse...

Gostei muito dessa matéria e vou postá-la ,com a sua permissão.
Esta manis de demonizar tudo vem de mentes pervertidas e ,talvez,de tal forma obcecadas com o "fator demônio",que demônio deve ter nelas..

Anja_Arcanja disse...

Claro Bispo, é um prazer para mim ter um texto meu em seu blog.

Grata,

Anja

Investigador disse...

Não sei o porquê ainda existe essa mania de demonizar tudo. Nos anos 70 minha mãe disse que meu avô comprou uma Tv. Ela era criança e alguns dos meus tios não tinham nascido(ela é a 3ª de 8 irmãos). Um tio meu por parte de mãe tinha se convertido e não aceitava tv pois "era um meio para o diabo acabar com a família". Um de seus filhos que até hoje não se batizou pulava o muro da casa dele e ia lá ver tv pois na casa dele não podia. Não é que um dia fui na casa dele ver o netinho dele, e lá estava uma Tv de 42" de LCD com direito a Canal Fechado. E ele tava vendo um filme da HBO. Se um senhor de mais de 60 anos conseguiu se modernizar pq tem crente que com muito menos idade tem esse pensamento retrógrado?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...