Pesquise artigos do blog:

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Feliz Natal



A abelha beijou a flor. A flor beijou a abelha.
Não importa se era uma flor de campo, pequena e insignificante aos olhos dos desatentos.
Era linda. A abelha viu nela a flor de sua vida.
E doou-se no beijo e no abraço de suas asas.
Para a flor, não importa se era só uma abelha, voando solitária.
Era linda. A flor abriu-se a ela, nutriu-a, doou-se com tudo que tinha.
A alegria de suas cores e beleza de seu néctar.
E amaram-se no complemento.

A abelha voou, a flor murchou.
Nos tempos da vida, começos e fins se sucedem e confundem.
Já para o amor, não importa o tempo.
O amor é atemporal, eterno.

Amaram-se, na perpetuidade dos instantes,
na perenidade dos momentos,
na infinitude das entregas.

Que neste Natal,
sejas tu uma abelha, sejas uma flor, não importa,
a doação do amor, o reconhecimento da amizade e a paz de espírito vivam em ti,
no verdadeiro espírito do Natal.
Ainda que longe das árvores, dos enfeites, mas dentro do coração.
Na felicidade mágica da vida.

E assim permaneça em 2012.

E assim permaneça por todo o sempre.

Um Feliz Natal

Do amigo Frega Jr.

Um comentário:

Renato Suhett,Anglicano Reformado! disse...

coisa linda,parabéns ao autor e a autora do blog que postou!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...