Pesquise artigos do blog:

terça-feira, 17 de abril de 2012

Eu, Mulher, Hétero, Brasileira, mãe, crente em Nossa Senhora…




By Maju Giorgi

Resposta de uma mãe as acusações de um pastor

Relembremos alguns fatos:

 “AFRICANOS DESCENDEM DE ANCESTRAL AMALDIÇOADO POR NOÉ. ISSO É FATO.” PASTOR e DEPUTADO FEDERAL MARCO FELICIANO.

“O caso envolvendo o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), que afirmou nessa quarta-feira (30/03/2011), no Twitter, que os “africanos descendem de um ancestral amaldiçoado”, deverá será analisado pela Corregedoria da Câmara dos Deputados. A presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, deputada Manuela d’Avila (PCdoB-RS), disse que irá encaminhar as mensagens do parlamentar para o órgão.” (esta informação esta disponível na internet para todos que queiram ver).

“Sem dúvida, avançamos muito na luta contra o racismo, mas não o extirpamos totalmente. Hoje, pelo menos, sabemos que não se deve discriminar ninguém e é de mau gosto alguém se proclamar racista. Mas nada disso existe no que se refere a gays, lésbicas e transexuais. Quanto a eles, podemos desprezar e maltratar impunemente. Eles são a demonstração mais reveladora de quão distante boa parte do mundo ainda está da verdadeira civilização.” (Mario Vargas Llosa).

As polêmicas ainda atuais envolvem outro pastor, o Malafaia.

Pastor Silas Malafaia, DISCURSO DE ÓDIO NÃO É LIBERDADE DE EXPRESSÃO…É CRIME OU PELO MENOS, DEVERIA SER !

O Pastor quer fazer crer que LGBTs, afrontam o povo negro quando pedem a aprovação do PCL122.

A alegação do Pastor Malafaia é que ser negro não é comportamento, ser gay é. E que querem equiparar o PCL 122 a lei do racismo. Desta forma acho que estamos afrontando a todo ser humano protegido por lei especial. Pastor, caso o senhor não acredite na palavra de milhões de mães e pais heterossexuais, de famílias heterossexuais, presentes, dedicados, livres da promiscuidade que o senhor tanto condena, muitas vezes religiosos praticantes e fervorosos que tiveram filhos gays pelo mundo afora, MAS que não teriam a suficiente credibilidade para o senhor, incontáveis, estudos científicos tem saído todos os dias para provar que homossexualidade NÃO é comportamento, é CONDIÇÃO.

Eu gostaria que o senhor me provasse a sua teoria. Vou fazer uma pergunta: Ser judeu é comportamento ou condição ou a que categoria pertence, para q eu possa entender melhor.

A grande diferença, Pastor, é que ser negro, mulher, pessoa com deficiência, criança ou idoso, É CONDIÇÃO VISTA A OLHO NU, ser gay, não. Mas vamos aos estudos:

Cito alguns recentes:

I- Dr. Jerome Goldstein, diretor do San Francisco Clinical Research Center (EUA) enfatizou que “A orientação sexual NÃO É UMA QUESTÃO DE ESCOLHA, é principalmente questão neurobiológica pré-natal. Existem vínculos inegáveis.” “Nós queremos torná-los visíveis”. Confira aqui
II- “A neurocientista sueca Ivanka Savic, do Instituto Karolinska de Estocolmo e os estudos com gêmeos homossexuais.” Confira Aqui.
III- “O trabalho Anglo-Sueco da Queen Mary University of London.” Leia Aqui.

Então, muito rapidamente e só pra começar, podemos pelo menos colocar uma dúvida nessa sua VERDADE que LGBTS afrontam os negros por quererem uma lei que os proteja. Aliás, me parece que não são os gays que perseguem os seguidores das religiões Afro incansável, sistemática e dedicadamente.

O senhor acha dentro desse seu total entendimento de que uma atitude isolada de uma pessoa ou algumas pessoas em uma Parada que reúne milhões de pessoas pertencentes a um grupo que só no Brasil soma muito mais de 10 milhões de pessoas, lhe dá o direito de conclamar os católicos a “baixar o porrete” nos gays ou algo parecido? (fato pelo qual o senhor foi chamado ao ministério público).

Será que gays poderiam usar desta mesma artimanha, quando um pastor evangélico quebra a marteladas um dos símbolos mais amados da Igreja Católica?

Poderiam homossexuais conclamar os católicos a “baixar o porrete” nos evangélicos?

Ou neste especifico caso seria uma atitude isolada? “É” uma atitude isolada, Pastor. Julgar todo um povo por atitudes de um, não é arma justa nem legitima.

É neste tipo de mundo que o senhor quer viver Pastor Malafaia uma guerra declarada entre tudo e todos? Ou o que o senhor realmente quer é que todos abaixem a cabeça ao senhor, ao que o senhor ACHA, ao que o senhor SUPÕE, ao que o senhor IMAGINA, ao que o senhor ACREDITA?

De que forma o senhor ama os gays?

Desde que eles não sejam gays? Desde que se limitem ao lugar de cidadão de segunda categoria reservado a eles, onde se tem muitos deveres, poucos direitos e as vozes caladas?

AH… A Mãe de Jesus Cristo, A Nossa Senhora, A Virgem Maria tão amada. Foi a ela que entreguei meus filhos quando nasceram. E é a ela que peço TODOS os dias que cubra com seu manto sagrado, MEU FILHO GAY, quando ele sai as ruas do país CAMPEÃO MUNDIAL EM CRIMES HOMOFÓBICOS, sem LEI que o proteja, sendo alvo certo e constante do ÓDIO incessantemente propagado. Porque Pastor, eu sei q NESTE caso o amor realmente é inconteste e incondicional. Foi ela A NOSSA SENHORA, a protetora dos MEUS filhos que eu vi ser quebrada a marteladas e pontapés, mas em nome dela, eu peço a PAZ, porque ela é AMOR.

O alento a meu coração de mãe, é que existem bons cristãos no mundo, vide o Padre Jesuíta Luís Corrêa Lima e o Pastor Ricardo Gondim que assopram vida e luz em almas torturadas por pessoas como o senhor! Isso é ser cristão, amar, compreender, evoluir, aceitar. Isso é ser HUMANO, isso é viver no AMOR. Ser gay não se escolhe, não se ensina, homossexualidade não se transmite por contagio.

Quando o senhor se refere a “ditadura gay”, o senhor se refere a que exatamente? Alguém já ouviu falar em Bancada Gay? Televisão Gay? Radio Gay? Ministro Gay? Tem certeza que é gay a ditadura que esta sendo instaurada?


VIVA E DEIXE VIVER PASTOR.

Gays são uma minoria e contam apenas com suas vozes nessa luta tão injusta.

Por isso eu peço a TODO, O POVO LGBT, seus pais, suas famílias e seus amigos que se assumam num ato político por um Brasil e um mundo melhor.

Vamos lutar para que TODOS os brasileiros tenham seus direitos assegurados pela Constituição. Mesmo que para isso se criem leis especiais.

ATÉ O DIA 6 DO MÊS DE ABRIL DESTE ANO DE 2012, 106 JOVENS HOMOSSEXUAIS FORAM TORTURADOS CRUELMENTE COM TODO TIPO DE REQUINTE, OLHOS PERFURADOS, DEDOS ARRANCADOS, CRANIOS ESMAGADOS E FINALMENTE MORTOS. E ESSE NÚMERO NÃO PARA DE CRESCER. POR TUDO ISSO…

EU, MULHER, HETEROSSEXUAL, CASADA, BRASILEIRA, MÃE, CRENTE EM NOSSA SENHORA, CIDADÃ DE UM PAIS LAICO E DEMOCRATICO, PEÇO A APROVAÇÃO DA PCL 122 !!!

Eu dedico a minha luta, as “MÃES PELA IGUALDADE” algumas das quais já tiveram seus filhos levados pela homofobia e mesmo assim se levantam TODOS os dias para defender e proteger TODOS os filhos gays.



Maju Giorgi, uma das Mães pela Igualdade um grupo de mães de todos os lugares do Brasil que estão unindo suas forças para dar um recado claro contra a discriminação, a violência e a homofobia crescentes, que estão saindo do controle no país.

5 comentários:

Gilber†o Ângelo Begia†o disse...

oi anja muito bom! Sejamos dóceis ao espírito santo amando simplesmente sem preconceito e amor a todas as pessoas. É o amor que nos faz parecidos com Deus.

Claudio Nascimento disse...

Mãe que é mãe, defende seu filho.
Infelizmente verdadeiros cristãos já nascem em extinção...
Pra mim ser cristão é mais que enfatizar, Paulo, Pedro, Jesus, Maria, Jose. É na verdade ter a essência Cristã, e não a aparência.
E ainda mais que ser cristão é ser Universal.

Eduardo Medeiros disse...

Vamos aos fatos.

Eu estava vendo o programa quando o malafaia falou em "baixar o porrete" e ele claramente não estava mandando ninguém bater em gay com porretes (ele não é maluco). O que ela estava dizendo é que os católicos deveriam também entrar "baixando o porrete" na defesa contra a pl 122. Os militantes gays distorceram e editaram a fala do malafaia.

não estou defendendo o pastor, estou apenas defendendo a verdade.

Sei de algumas pesquisas em que se buscam encontrar um determinismo genético para a homossexualidade, mas até agora, ela não foi encontrada; não existe no meio científico estudo que prove além de qualquer refutação que alguém já nasça homossexual, ainda que eu particularmente creio que isso possa ser possível.

A intenção da pl 122 é válida, mas como ela está feita, ela é inconstitucional. Para que um religioso não tenha o direito de dizer que a prática (enfatizando, "a prática" e não a pessoa que a pratica) é errada segundo seu livre direito de expressar suas crenças, então, primeiro, tem-se que mudar a constituição e escrever lá que os brasileiros não têm o direito nem liberdade de crença para não aceitar a homossexualidade.

Isso exposto, Anja, eu compreendo a aflição de uma mãe de um filho gay que teme pela segurança do seu filho por ele ser gay.

Então, homofobia é aquela atitude de alguém que por não aceitar a "pessoa" do homossexual, quer lhe agredir e até lhe matar. Isso é homofobia. Declarar a partir de uma crença religiosa que a prática homossexual é pecado, nada tem de "homofóbica" já que nenhum cristão que assim pensa, concorda que um gay deva ser agredido por ser gay.

Infelizmente a discussão entrou no campo ideológico. O movimento gay organizado tem uma profunda "cristianofobia" e será que isso mereceria uma PL também?

Sou a favor de penas específicas para pessoas que agridem gays por eles serem gays. O que ultrapassar a isso, para mim, é imposição ideológica(de ambas as partes, posso concordar) que não constrói o diálogo, apenas, acirra a guerra.

Se eu pudesse falar alguma coisa para pastores e gays eu diria: pastores, a condição homossexual é diferente, por exemplo, da condição do adúltero; este tem um erro moral, aquele tem uma condição existencial que pode não ser moralmente equivocada(por exemplo, se o gay for casto em que ele estaria "pecando"?) e para os gays eu diria: lutem sim por leis que os proteja dos verdadeiros homofóbicos.

E os pastores também precisam se lembrar que a Graça divina a todos abraça, mesmo com seus equívocos morais ou existenciais.

E aí, fui muito reacionário? rsss creio que minha opinião está bem assentada na verdade dos fatos.

Anja_Arcanja disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anja_Arcanja disse...

Edu, vamos aos fatos:

1° - Óbvio que o "malfalaia" não falava no sentido literal da coisa, mas a palavra de um homem público como ele, uma vez falada, entra no ouvido do receptor como ele quer recebe-la em sua mente.

2° - homossexualidade é pecado? Baseado em que voce afirma isto? (digo a prática), não vejo como desatrelar a prática da "pessoa que a pratica"(???)

3° - Voce diz que o "movimento gay" tem uma profunda "cristianofobia" (???) será porque isto né? Depois de décadas sendo tratados como escória pelos "evangélicos" seria normal haver por parte de gays uma certa ojeriza pelo cristian-(ismo)voce não concorda? Mas muitos gays ainda assim querem apenas serem aceitos pelo cristo da igreja, de certo eles não sabem que o cristo da igreja não os pode salvar de nada!

Bjux

Anja

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...