Pesquise artigos do blog:

domingo, 13 de maio de 2012

Mãe, mulher (by Frega Jr.)




Amar ao próximo como a si mesmo. Mandamento bonito. Mas há seres que o desobedecem, superando-o.

Seres que amam o próximo mais do que a si mesmos.

Seres capazes de migrar suas vidas a outras criaturas e de encontrar profunda e inexplicável alegria nessa renúncia.

Seres multifacetados, diamantes lapidados, em cada face, um brilho intenso, interno e explosivo.

Seres que dão sentido à vida pelo sentido que dão à personificação do amor, de sua dimensão sem limites. Repositório das maiores nobrezas de sentimentos. Pedacinhos de Deus em nosso mundo material.

Maternidade coincide com eternidade, tão parecidos que são.

Minha homenagem e reconhecimento a todas Mães e, por extensão, a todas as mulheres, sempre mães de alguém, ainda que sem filhos biológicos.

Na minha lembrança saudosa, na foto de quase um século da adolescente, em frente à Igreja das Dores, em Porto Alegre, o brilho do olhar e a doçura de alma de minha Mãe, o ser iluminado que iria forjar-me no que sou. Por puro amor.

Como somente a Mães é dado fazer.

Um beijo a todas.

Frega Jr.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...